quarta-feira, 14 de dezembro de 2011

PS veterinário 24hrs, nas grandes cidades do Estado do Paraná!

Uma matéria no Blog do Alberto Nogueira (http://bronca-blogdobronca.blogspot.com/)chamou minha atenção.
Entrei em contato com Deputado Estadual autor do projeto inicialmente pelo twitter. O deputado respondeu aos meus questionamentos em 140 caracteres. 
A conversa ficava cada vez mais longa, então ele pediu para ligar para seu gabinete e falar com sua secretaria, pedir para ela repassar a proposta do projeto.
Com o projeto completo em mãos analisei todo o conteúdo da proposta e formei a minha opinião. Tem pontos no projeto que valem uma reflexão.
A Justificativa do Parlamentar é “A superpopulação de cães e gatos abandonados representa um grave problema para a sociedade, a permanência desses animais nas vias públicas, o grande número de cães esfomeados e doentes, mortos ou feridos por acidentes, desnutridos, abandonados e/ou indesejados pelos seus proprietários e que sofrem atos de maus tratos e crueldade ou eutanásia pelos órgãos de saúde governamentais é um fato que necessita ser administrado.”.
Nesse quesito concordo com o deputado, é um assunto que tem que ser debatido e administrado.
A meu ver, castração animal  cumpre esse parte do projeto.
O ponto de discordância é principalmente o artigo 1°, 2° e 3° do projeto de LEI n° 704/11.

Art. 1º - Fica estabelecido que o poder executivo poderá criar um pronto-socorro veterinário gratuito - 24h, nas cidades com mais de 250.000 (duzentos e cinqüenta mil) habitantes, no âmbito do Estado do Paraná, com a finalidade de atender a animais de pequeno  e grande porte.

Art. 2º - O serviço será gratuito e terá como finalidade a castração, a vacinação e o socorro aos animais acidentados, doentes ou abandonados em logradouros públicos.

Art. 3º - O serviço será composto de viaturas, central telefônica e equipe plantonista composta de veterinário, auxiliar veterinário e motorista.

Questionei sobre de onde sairia essa verba para o Pronto Socorro Veterinário, pergunte se a verba sairia da SAÚDE o deputado respondeu “Não é com dinheiro da saúde. É recursos do Fundo do Meio Ambiente.
No calor do debate sobre a utilidade do PS Veterinário  uma terceira pessoa entrou na conversa e declarou apoio ao parlamentar  com o seguinte depoimento “ O meu yorkinho agradece se vir o SUS e tdos os cãezinhos de ctba.Cada consulta é na media d R$ 60,00.

Segue abaixo copia do projeto de lei N°741/11 de Autoria do Deputado NEY LEPREVOST. (Reprodução autorizada pós contato "Como o projeto em questão ainda pode ter partes de sua redação alterada através de emendas dos deputados.")






Gosto muito dos animais, tenho os meus e cuido com carinho. Bicho de estimação não é brinques que enjoou e você joga fora.
Acredito que a intenção do deputado é das melhores, mas a meu ver há outras prioridades para serem sugeridas e discutidas.
Tem que haver políticas publica para o controle da população desses animais sim.
Mas ambulâncias equipadas, pronto socorro e plantonistas. Um tanto quanto exagerados,  num Estado e País onde pessoas morrem na fila do SUS (Sistema Único de Saúde) buscado um simples atendimento.
Como São José dos Pinhais, cidade onde moro tem mais 250 mil habitantes e preenche pré-requisitos do projeto proposto de um Pronto Socorro Veterinário 24 horas, e o Deputado tem eleitores na cidade, decidi abordar esse assunto.
Assunto delicado, ao menos esse projeto colocou em discussão o assunto que merece reflexão.
Deixe a sua opinião sobre esse assunto.

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

Unidade SESC SENAC em São José dos Pinhais.


Hoje na câmara Municipal de São José dos Pinhais o presidente da FECOMERCIO Darci Piana anunciou a possível construção de uma unidade do SESC/SENAC em São José dos Pinhais no lugar onde atualmente abriga a sede campestre do Clube Aliança, área que a prefeitura busca na justiça o seu retorno ao Município.
Darci Piana relatou que o projeto prevê a construção de dois prédios, um para a SESC e outro para o SENAC, a área verde que é abundante naquele local será preservada, o mesmo falou que a de São José dos Pinhais será beneficia com uma pista de Cooper no local. Segundo o mesmo, cidades paranaense que ganham uma unidade do SESC/SENAC tiveram benefícios na área de Saúde devido projetos esportivo e cultural que a entidade oferece, em alguns casos queda de 20% nos atendimentos de saúde a população num prazo do 2 anos.
A construção, o prazo para o inicio da obra é de 24 meses após a assinatura da parceria. Após o inicio da obra um prazo máximo de 36 meses para a conclusão da mesma, esse prazo é uma norma da entidade, mas a idéia é do SESC SENAC São José dos Pinhais ficarem pronto para a COPA de 2014.
O projeto será votado no Câmara Municipal.

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Atletiba decisivo no campo e PAZ entre as torcidas.

Após cada clássico mais do que gols, jogadas bonitas, alegria das torcidas infelizmente ainda temos espaços nos programa policias. É ônibus quebrado, terminal destruído, torcedor espancado e até algumas vezes mortos em confrontos entre torcidas.
No próximo domingo teremos três torcidas organizadas (Torcida Organizada os Fanáticos, Império Alviverde e Ultras do Atlético) que nos últimos anos se notabilizaram mais pela violência que pelo trabalho social que realizam.
De fato acredito que as organizadas contribuem e muito para as festas nos estádios, fazem à alegria da torcida e embalam o time.
Acredito também que a grande maioria dos problemas de violência é atribuída a elas pelo simples fato do meliante que comete tal ato estar trajando uma roupa de tal facção.
Mas em contra partida lembro de muitas brigas envolvendo essas torcidas, caso da briga entre a organizada Os fanáticos e Utras na lanchonete Prajá anexo a Arena da baixada no dia 17 de setembro de 2010 ou aquela briga que virou noticia internacional, Atlético Paranaense x Guarani 04/10/2000, pela Copa João Havelange, houve uma batalha entre as torcidas Ultras x Os Fanáticos um torcedor foi ferido por um golpe de faca dentro do estádio.
No dia 06/12/2009 o fato mais assustador que já vi.
A invasão da torcida do coritiba Império Alviverde ao gramado do Estádio Major Antonio Couto Pereira após o rebaixamento do clube no ano do seu centenário.
No ATLETIBA de 25/10/2009 um torcedor atleticano morreu após ser atropelado por um torcedor do coritiba.
Após todos esses casos relatados muita medidas foram tomadas por parte dos clubes e do poder publico.  O fim das organizadas foi amplamente discutido e a meu ver se não mudar a extinção das mesmas está próximo.

O fim das organizadas vai acabar com a violência?
Acredito que não irá acabar, mas o fator culpa passar a ser atribuída a outros setores.
O futebol é um esporte de massa, mexe com os nervos de todos os torcedores.
Mas após a partida tem que seguir a vida, pois de cada camisa de time ou torcida há um ser humano.
No próximo ATLETIBA de numero 348 temos a missão de mudar isso, com mais 900 homens da Policia Militar do estado do Paraná, medidas para mostra que a capital paranaense uma das sedes da copa do mundo de 2014, mudou e aprendeu que torcer é um ato de PAZ e amor às cores do time do coração.
Independente do resultado do jogo a festa tem que ser preservada e o esporte celebrado, protesto é valido, mas jamais com violência.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

Prefeitura de São José dos Pinhais suspende Registro de preços que possibilita o uso de R$ 795.550,00 em fogos de artifício.

Em primeira mão. Prefeitura de São José dos Pinhais suspende Registro de preços que possibilita o uso de R$ 795.550,00 em fogos de artifício.


Por determinação do prefeito Ivan Rodrigues, a Prefeitura de São José dos Pinhais suspendeu o registro de preços para prestação de serviços
O prefeito ordenou a suspensão por entender que a compra não é prioridade no momento. O pregão presencial seria realizado no dia 30 novembro.
Os fogos seriam utilizados para as festas do município durante todo o ano de 2012.
Como se trata de registro de preços, não há obrigatoriedade de que o valor registrado seja gasto por completo.

Somente a quantidade efetivamente utilizada é cobrada. 

O Prefeito entende que esses gastos não são prioritários e em razão disso, inclusive.

quinta-feira, 3 de novembro de 2011

São José dos Pinhais - A resposta da Administração Municipal.

Disponibilizo em primeira mão aqui nesse blog o material que a prefeitura Municipal de São José dos Pinhais passa a distribuir aos munícipes, com a justificativa sobre a demolição do prédio da Rua Passos de Oliveira nº 1101. 
Recebi esse material no dia 18 do mês de outubro do Secretario Municipal de Comunicação Social de São José dos Pinhais, Doutor: Luis Carlos da Rocha que era o Procurado do Município no episodio da demolição de tal imóvel.


Foto de 1912 com a casa em destaque.

Imovel Rua: Passos de Oliveira nº 1101


O levantamento sobre o imóvel situado na Rua Passos de Oliveira nº 1101, destaca como principal característica à quatro janelas e um pavimento conforme destacado na imagem a baixo.

Detalhes dos traços da fachada.

 Nesse mesmo material é disponibilizado imagens, atualizadas do imóvel, na qual a prefeitura quer mostra que o imóvel sofreu alterações tais como passou de quatro para sete janelas, e ganhou  o segundo pavimento.




Simulação mostra o imóvel em seu estado original, baseado na imagem de 1912 e estudos realizado.

video

Simulação mostra o imóvel em meados de 2011.

video

Comparativo dos dois videos a versão original e  o imóvel em meados de 2011.

video
Essa foi à resposta da prefeitura sobre o assunto que provavelmente vai ter muita, mas muita "historia" pela frente.

Fale sobre o seu ponto de vista sobre esse assunto, deixe um comentário ao final do texto.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Aumento no número de vereadores de São José dos Pinhais.

O palhaço Tiririca fez escola com a célebre frase “O que faz um Deputado Federal?”
Vou reeditar a pergunta com um novo personagem. “O que faz um vereador?”
O vereador tem a função de propor leis e fiscalizar o poder executivo.
Mas hoje não só em São José dos Pinhais, mas sim em todo o Brasil, vemos um modelo político arcaico, que prima pelo assistencialismo, o vereador criou um chavão, "vereador é vereador 24 horas por dia, 7 vezes por semana".
Discordo disso, há obrigatoriedade do vereador é cumprir as sessões ordinárias e extraordinárias “2 ou 3 dias  da semana que o mesmo precisa comparecer na câmara municipal”, ler ou escrever os documentos/projeto de lei que a ele é repassado.
Mas no modelo assistencialista muitos faltam até as sessões da câmara para prestar aquela ajuda “solidária”, como entregar aquela cadeira de roda, pagar aquele velório, acertar aquela conta de luz e água que seu eleitor não conseguiu pagar ou dar aquela cesta básica, assistencialismo a parte vamos ao que interessa, o aumento no numero dos vereadores em São José dos Pinhais.
Mais representatividade é o argumento usado pelos vereadores, que aprovaram  o Decreto Legislativo nº 1177/2011 no dia 15 de julho de 2011 que altera o número de vereadores na Câmara de São José dos Pinhais, conforme artigo 29 na Constituição Federal, e artigo 14 da Lei Orgânica da cidade. As atuais 14 vagas serão ampliadas para
21.
A lei federal sugere o limite Maximo de 21 vereadores para municípios com até 300 mil habitantes conforme trecho retirado da pagina do congresso.
“As Mesas da Câmara dos Deputados e do Senado Federal, nos termos do § 3º do art. 60 da Constituição Federal, promulgam a seguinte Emenda ao texto constitucional:
Art. 1º O inciso IV do caput do art. 29 da Constituição Federal passa a vigorar com a seguinte redação:
"Art. 29. ..................................................................................
..................................................................................................
IV - para a composição das Câmaras Municipais, será observado o limite máximo de:
g) 21 (vinte e um) Vereadores, nos Municípios de mais de 160.000 (cento e sessenta mil) habitantes e de até 300.000 (trezentos mil) habitantes;” (http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/emendas/emc/emc58.htm)”

Pensando em representatividade e esquecendo o custo “vereador”?
Outdoor gêmeos flagrado por internautas.
É visível que a estrutura física da câmara municipal de São José dos Pinhais não comporta 21 gabinetes, isso que dizer que um espaço em anexo ao atual prédio deverá ser construído para abrigar os setes novos legisladores!
Material de expediente deve ter um aumento considerado, mais sete veículos e combustível devem aumentar o “custo vereador” em São José dos Pinhais.
O além da justificativa de mais representatividade ser furada essa aprovação não contou com a participação da população em momento algum, mas isso não é exclusividade dos nossos vereadores. Em muitos municípios Paraná e Brasil a fora aprovou o aumento ocorreu da mesma maneira, numa sessão simples sem consulta a ninguém.

Exemplos a ser seguido.
A mobilização popular e de entidades de classe deu a resposta contra o aumento de vereadores nas câmaras municipais em muitos municípios no Estado do Paraná.

“Os eleitores de União da Vitória, na região Sul do estado, não quer nem ouvir falar em aumento de vereadores.
Consulta popular realizada neste sábado (17) no município aponta que 97% da população rejeitam a criação de novas cadeiras na Câmara.
Projeto aprovado em junho do ano passado prevê que dos dez o legislativo passe a 15 parlamentares, mas entidades da sociedade civil organizada querem revertê-lo.
De acordo com o levantamento, dos 1.147 votos, 1.119 foram contrários ao aumento (97%) e somente 28 a favor (2%).
A consulta popular foi comandada pela Associação Comercial e Empresarial de União da Vitória (Aceuv), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Subseção de União da Vitória, e pelo Sindicato Patronal da Madeira.” (Fonte: http://www.esmaelmorais.com.br/?p=58327)

A discussão com a sociedade e entidades de classe não foi realizada no nosso município antes da aprovação do decreto, creio que isto mostra que os legisladores não são representantes do povo, pois deixaram de ouvir a população, e como sempre não sabiam que a população deveria ser ouvida, assim como não sabia da demolição do prédio histórico.
O aumento foi aprovado de maneira unânime pelos vereadores da lista abaixo.

Vereador
Cidade natal
Votos na ultima eleição
Mandato exercido
Ailton Alves de Oliveira (Fenemê)
3.136 votos
Antonio Rubens Salton (Toninho da Farmácia Anderson)
2.059 votos
Assis Manoel Pereira
3.390 votos
Carlos Fernando Ayres Machado
2.404 votos
Imar Augusto
2.844 votos
Joel Gomes de Almeida
Conchas - SP
3.066 votos
José Vieira da Silva
3.419 votos
Mari Lúcia Stoco Ulson
3.331 votos
Maria Elena Ribeiro de Andrade Hendler (Mari Temperasso)
Lages - SC
1.867 votos
Onildo Francisco dos Santos
1.622 votos
Sebastião Carlos de Castro
2.226 votos
Sylvio Monteiro Neto
2.904 votos
Ubiratan Pedroso (Bira do Banco)
Não há informação no site da Câmara Municipal.
1.549 votos
Walder Mulbak
2.422 votos
Muitos lá perpetuados seus cargos com 8, 16 e 20 anos.
Literalmente fazendo carreira no Legislativo Municipal de São José dos Pinhais.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

A Nova Sede da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais - PR e a Batalha judicial.

Antiga Prefeitura
A sonhada "revolução” que a construção do novo prédio da prefeitura prometia, está ameaçada, uma medida judicial diz que o terreno onde existia o casarão histórico e era a antiga sede da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais, derrubada na madrugada do dia 14 maio deste ano, não pode ter qualquer tipo de obra. A sentença, dada ontem (10), também trata sobre a obrigatoriedade de reconstrução do prédio derrubado. O desrespeito à sentença gera multa diária de R$ 10 mil.
A rapidez da ação judicial e algo que chamou a atenção, bem como ser uma Juizá Substituta, ou seja não é uma Juíza nativa de São José dos Pinhais.
Esse assunto vai perdurar por longos anos, batalhas judiciais, acusações e justificativas devem caminhar lado a lado com cada tijolo do antigo prédio ou metro² de calçada que o projeto da nova sede da prefeitura prevê.
A construção do novo e revolucionário prédio seria uma obra simples, imponente e benéfica se fosse integrada a fachada do prédio demolido.
Certamente isso traria personalidade ao novo prédio, um misto de nostalgia e inovação seria a IDENTIDADE da sede da Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais.
Os R$ 34 Milhões pleiteados pela Prefeitura Municipal de São José dos Pinhais ao BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Sócial)  para a construção novo prédio no terreno em questão está ameaçada.

“A Juiza substituta da 1ª Vara Cível do Fórum de São José dos Pinhais, Michelle Pacheco Cintra, julgou ação do Ministério Público do Paraná, apoiada em ação civil pública do Conselho Municipal do Patrimônio Cultural – Compac, que o terreno onde existia o casarão histórico e era a antiga sede da Prefeitura, derrubada em maio deste ano, não pode ter qualquer tipo de obra para erguer uma nova sede. A sentença, dada ontem (10), também trata sobre a obrigatoriedade de reconstrução do prédio derrubado. O desrespeito à sentença gera multa diária de R$ 10 mil.
O julgamento considera que a decisão do prefeito Ivan Rodrigues de demolir a antiga sede, no dia 14 de maio, trouxe danos ao patrimônio histórico e cultural do município. Se em dezembro de 2010, o Compac entrou com ação popular para a proteção do casarão de registro imobiliário de 1890, a questão da preservação do prédio (tombamento) estava sob júdice, e o ato do prefeito foi descabido, pois a Prefeitura não tinha mais autoridade para decidir quanto ao futuro da propriedade. A decisão cabe recurso judicial.” (trecho retirado do site: www.pautasjp.com)

A funcionalidade de um prédio integrando todas as secretarias, jamais foi questionada nesse Blog, essa solução é inteligente e benéfica a todos. Chega de locar uma montoeira de imóveis para abrigar as secretarias, fora o benefício aos cidadãos que num local único poderá encontrar todas as secretarias.
SJP anos 80 (Acervo: Raul Barboas)
Vamos lembrar que a modernidade é natural, a 20, 30 anos atrás São José dos Pinhais era usa cidadezinha dormitório com menos de 100 mil habitantes, não movimentava nada na sua economia era totalmente dependente da capital.
Hoje o município tem mais de 250 mil habitantes (254.556 Dados do Censo 2010 publicados no Diário Oficial da União do dia 04/11/2010). Tem uma economia independente e sólida.
Nos 13 itens abaixou mais sobre o São José dos Pinhais que evoluiu.

1 - 3º Pólo automotivo do país – Fontes: PMSJP (Observatório da Informação) e ANFAVEA - 2005;

2- 3ª Maior arrecadação de ICMS do Paraná (Curitiba e Araucária) – Fonte: Gazeta do Povo - 2005;

3 - 3º Maior PIB entre os 10 maiores do estado do Paraná e ocupa a posição de número 46 no ranking nacional – Fonte: Gazeta do Povo - 2005;

4 - 3ª Maior exportadora do Paraná (Paranaguá, Curitiba) – Fonte: Gazeta do Povo - 2005;

5 - 15ª Maior exportadora do País – Fonte: Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior  - 2005;

6 - 1ª Posição da região metropolitana de Curitiba na produção de hortículas – Fonte: CEASA/PR - 2005;

7 - 4ª Maior taxa de crescimento de emprego do estado do Paraná – Fonte: Jornal Metrópole de São José dos Pinhais - 2005;

8 - 75ª Cidade entre as 100 melhores do país para viver e trabalhar – Fonte: FGV/RJ – Revista Você S/A - 2006;;

9 - Abriga Fábricas como Volkswagen – Audi (a mais moderna do mundo), Renault e Nissan, Montana – Argo (maior fabricante de maquinário agrícola do mundo), O Boticário, Companhia Providência, Britânia, Nutrimental, Sysmex (líder mundial em automatização de processos analíticos), Cequipel, entre outras – Fonte: PMSJP;

10 - Abriga as maiores redes de varejo do Paraná – Grupo Super Muffato (maior do Paraná), Grupo Condor (5º maior da região sul e 12ª posição no ranking nacional), Mercadorama (pertencente ao grupo Wal-Mart, 3ª maior rede de supermercados do Brasil) – Fonte: ABRAS - 2005;

11 - Abriga o novo centro de distribuição da maior rede varejista do país (Casas Bahia) – Fonte: PMSJP - 2005;

12 -Está situado na região metropolitana de Curitiba, apenas 15 km do centro da capital paranaense, sendo sede do Aeroporto Internacional Afonso Pena – Fonte: PMSJP;

13 - É estrategicamente cortado pela BR 376 com saída para o Sul do país (posição privilegiada para o Mercosul), BR 277 com saída para o Porto de Paranaguá (o maior porto do sul do Brasil) e pela BR 116 com interligação a São Paulo e Porto Alegre – Fonte: PMSJP.

São José dos Pinhais cresceu e ganhou espaço no cenário estadual e nacional. Mas esse crescimento passa pela História que não pode ser apagada ou derrubada.
"Não deixe nunca morrer a História da Nossa São José."

segunda-feira, 16 de maio de 2011

O Demolidor de História

Gosto muita de política acompanha de perto a ação de nossos representantes, desde a primeira vez que realizei o ato de votar sempre procurei estar informando sobre qual a função e quem estão concorrendo a tal cargo eletivo. Num Brasil onde a ideologia partidária está longe de ser ideologia mesmo, traço um paralelo levando em consideração a pessoa e posterior seu partido. Em 2008 fiz a opção e acabei votando no candidato zebra das eleições municipais. Pontuei em primeiro um lugar um empreender que transformou uma empresa familiar numa verdadeira potencia, um pessoa sem raiz política, passou na minha breve “seleção” e acabei escolhendo ele como meu voto passando com ressalvas por ser um forasteiro “não é Sãojoseense da gema”, mas como e um empreendedor que escolheu a cidade como berço de sua indústria passou nesse quesito.
 Após vencer as eleições Ivan Rodrigues (PTB) teve a difícil missão de montar uma equipe de governo, que a cada hora sua formação é alterada. Só na secretaria de Saúde vamos para ao 4º Secretário em 2,5 anos.
No inicio da sua gestão a demora para tudo começar a andar deixou parte da população alvoroçada buracos e coletas de lixo foram destaques na mídia estadual. A resposta dado a população que a estava preparando um novo modo de administrar enquanto isso o cidadão desviava dos buracos e recolhia o lixo que mais um dia ficou na rua. A terceirização de serviços públicos é notável, o funcionalismo publica perde espaço e credibilidade, mas apesar de tudo isso, acreditava que o lema de campanha “Mudar é Preciso” referia-se ao “Mudar” no modo de gestão, aproximar a população uma gestão por resultados escutando a população e promovendo a “CULTURA” Sãojoseense.

Mudar é Preciso?

Dia 14 de maio de 2011 vai ficar na historia da nossa cidade, o prefeito Ivan Rodrigues coloca abaixo um imóvel com mais de 100 anos de historia onde abrigava o gabinete do prefeito e vice-prefeito. Nesse dia São José dos Pinhais acordou mais triste, a surpresa das pessoas que ali passavam o questionamento maior era que a população não foi consultada poucos sabiam que aquele imóvel centenário poderia sofrer alguma ameaça de ser derrubado.
Nem a fachada foi mantida, em muitas cidades o moderno e o histórico caminham lado a lado preservando a historia e proporcionando a novidade/modernidade a população.
Após a derrubada do imóvel centenário que estava em processo de tombamento pelo patrimônio histórico o prefeito cedeu uma entrevista ao Jornalista Marcos Rosa Filho do site www.pautasjp.com e deu as seguintes declarações

Demolição da Prefeitura 
“Em entrevista exclusiva para o PautaSJP.com, ainda de manhã, ao lado da obra, o prefeito defendeu a idéia de derrubar o casarão. “A liminar foi cassada e a obra está sendo feita com amparo judicial, e aberta a todos que possam ver. Fui eleito com o intuito de modernizar a cidade e é isso que está sendo feito. A escolha de iniciar a obra em um sábado é devido ao menor fluxo de carros”, diz Ivan Rodrigues.” (http://pautasjp.com/index.php?pagina=atualidades_noticias&id=1924)

“ Ivan Rodrigues lembra do slogan de campanha para justificar a posição polêmica. “Fui eleito com a campanha Mudar É Preciso. É uma atitude transparente, pois a obra foi feita às claras. A questão de ser em um sábado é devido ao menor tráfego de veículos”, defende Ivan Rodrigues. “ (http://pautasjp.com/index.php?pagina=atualidades_noticias&id=1928)

A resposta da população a tal atitude da prefeitura chegou por meio da historiadora Maria Angélica Marochi, que relatou ao Jornal Gazeta do Povo ”os tratores chegaram à Rua Passos de Oliveira, onde ficava a sede, por volta da 1 hora. “A casa pertenceu a um prefeito da cidade nos anos 20. Desde a década de 1970 existiam iniciativas para tombar o local. O prefeito não respeitou seus cidadãos.”
Maria faz parte do Conselho do Patrimônio de São José dos Pinhais. Ela conta que o pedido de tombamento da edificação foi aprovado pelos conselheiros por unanimidade. “O processo já tinha tido início. Aí o prefeito recusou a proposta no fim do ano passado e não tocou mais no assunto desde então.””
Cabem a nós eleitores, contribuintes e cidadãos fiscalizar de perto a gestão da nossa cidade.

Fica aqui registrado o meu agora confirmado VOTO errado.
“Sem Historia não há Futuro”

terça-feira, 26 de abril de 2011

Programa esportivo x Programa Policial.



No estado do Paraná, a imprensa esportiva vive um momento inusitado é um misto de retrocesso e avanço ao mesmo tempo.
Pouco tempo atrás, informações esportivas eram abundantes na televisão dos paranaenses, ao longo do tempo alguns desses programas foram sendo substituídos por programas policiais, programas esportivos de outros estados ou até mesmo pasmem os senhores/a, por desenho animado, aos que resistiram sua grande maioria teve o tempo de programa reduzido!
As redes de televisões vivem de audiência e infelizmente, o sangue na tela e prisão de banidos rende mais que bola na rede, salto em distancia, artes marciais, vôlei, basquete, automobilismo e afins!
A quantidade de programas policiais no estilo “DALBORGA” reciclados é bem verdade hoje na TV é muito grande!
Num papo informal com um colega jornalista, falei sobre o assunto que desejava explorar, naquele momento o texto estava no estagio embrionário, muito atencioso ele relatou a dificuldade dele como assessor de imprensa de uma entidade em São Josédos Pinhais - PR em divulgar atividades dessa entidade na televisão, pois “oferta” de programas do qual o cidadão em si é o foco está escasso. A divulgação de uma simples atividade esportiva ou não esportiva perde espaço para a violência nos números do Ibope. 
Antes de tudo, pretendia publicar um texto sobre o jornalismo esportivo no di a 7 de abril, data onde é comemorado a dia do profissional de jornalismo, mas a massacre de realengo mudou o foco do texto.

Novos meios de comunicação é o jornalismo esportivo redesenhado?

Em meio a essas “crise da TV” pessoas envolvidas na crônica esportiva do estado do Paraná têm um meio de comunicação para expor seu ponto de vista ou interaragir com o espectador. A maioria usa os meios eletrônicos, uns com maior outros com menor interatividade.
Essas novas vertentes são blogs, colunas em portais/jornais e a mais incrível de todas as “ferramentas”, famosa entre os setoristas.
As mídias sociais como o “Twitter e twitcan”, trazem o expectador mais próximo da informação. A velocidade em que a informação sai dos centros de treinamentos e demais praças esportiva ra inimaginável há tempos atrás. Especulações e boatos são lançados instantaneamente na rede, replicada pelos usuários e vira destaque entre os adeptos de tal ferramenta!
Não só entre atletas as twittcan são famosas, no jornalismo esportivo mostram os bastidores da noticia ou brindam o espectador com um bate papo, sem pauta engessada ou algo do gênero o bate papo ganham qualidade ou não com a participação do internauta e a complexibilidade do assunto abordado.
Canais on-line e a TV fechada são mais uma das válvulas de escape encontrado para levar a informações ao alguns ao velho estilo Alexandre Zraik de ser! Aquela brincadeira com torcedores de clubes rivais comentando, humor e jornalismo lado a lado.
E meio a tudo isso vejo o torcedor mais próximo, pois a ala dos “torcedores comentaristas de plantão” onde informação privilegiada, provocação ou protesto coletivo ganha força, assuntos amplamente discutidos em 140 caracteres, ganha força com participações ilustres de jornalistas do nosso estado. Nesse modelo sou usuário assíduo, entre jornalistas, entendidos da bola e simples torcedores já foi discutido muito assunto, desde o sarro tirado após uma derrota ou rebaixamento até soluções para a violência entre banidos que usam material de clubes ou torcida organizada para fazer arruaça e assim merecidamente aparecer nas paginas policiais!
Uma nova geração de jornalista está nascendo mais próxima do ouvinte/telespectador para a alegria de alguns o crescimento nas rádios esportivas e mídias sociais do nosso estado contracenam com sumiço da televisão.

Ouvido colado

Ouvido colado no radinho, é isso mesmo r-a-d-i-n-h-o, é claro que nos dias de hoje há versões dos radinhos nas  rádios-web!
Novos projetos nasceram nesses últimos messes, as rádios AM e FM cada uma no estilo próprio que podem ser definidos como tradicionais e modernos!
Os tradicionais mantém o formato em que informar é a prioridade, lendas vivas do nosso futebol contribuem com sua sabedoria e informam ao ouvinte!
No formato moderno, gozação e informação são repassada aos ouvintes, personagem em que nada tem a ver com o futebol em sí dá seu pitacos e animam os programas.
As rádios ainda mantém a tradição e são parceiros de transito de muitas pessoas, usando das novas tecnologias estão ganhando qualidade!

 
Um pouco sobre o passado recente de gloria na televisão paranaense

Falar de programa esportivo no estado do Paraná sem falar no MESA REDONDA não dá. O nostálgico Mesa redonda aquele programa em que o convidado ficava escondido atrás do famoso kit de Café Damasco, comandado pelo Fernando Gomes o homem do “abotoou” que sempre que podia ressaltava, seus patrocinadores, Barcímio Sicupira o eterno craque da 8, Valmir Gomes o gaúcho mais parnanguara que se tem conhecimento,  Dorival Chrispim  o homem que Fernando Gomes descobriu e Walter Xavier que brindava o telespectador com comentários sensatos. Esse programa marcou época, na televisão paranaense!
Tribuna e sua metamorfose, em cada rede um nome diferente, mas sem perder a característica principal. Torcedores do trio de ferro da capital e um jornalista às vezes fazendo a vez de mediador ao meio da confusão. Iniciou tudo com um dos melhores jornalistas esportivo do futebol paranaense, o falecido e saudoso Alexandre Zraik, outros ancoras forma ao ar como Carlos Kleina, Cristian Toledo e Napoleão de Almeida na composição do trio de ferro, vários representantes Mauro Singer “O loco”, Marcelo, Binho, Leandro Requena Luizão Stelfeld,  Nello Merlotti  Alphonse Voigt, Cláudio Réus.
Esporte Show do canal 21 ou da Rede Mercosul. O programa foi idealizado pelo saudoso jornalista Alexandre Zraik. Com o passar do tempo tanto formato quanto apresentadores e participantes foram mudando. O programa que já chegou a ter o mesmo formato do Tribuna no esporte, com 3 torcedores Linhares, Alphonse Voigt e Moura Junior já aforam os ancoras do programa, Entre os comentaristas, Caxias Mentta, Fernando Lisboa, Rui Bark,Rodrigo Curi,Giancarlo Bello,Leonardo Portes, Barbosa Luxemburgo,Rodrigo Meister,Eduardo Destri., esse foi precursor do melhor de todos os projetos já executado na TV paranaense, interatividade era a marca do JOGO ABERTO Paraná ,contava com a presença de ilustres do futebol paranaense como Caxias Menta, Rodrigo Meister”o homem da CIPA”, Fernando Lisboa“parceiro de twitter”, Hassan Neto “esse era uma figura”, Clecio Hidalgo “o filho da capitão” , Mauro Singer “O loco”, Leonardo Portes “o PVC paranaense”, Henrique Giglio e o Alphonse Voigt. 

Programas bons, que essa substituição dos programas esportivos na televisão paranaense mude logo. chega de violência!
Fica aqui o meu abraço a todos, fique a vontade para comentar criticar ou até elogiar.
Uma ótima semana!  

twitter.com/leonardoscosta

Tags

São José dos Pinhais (153) Prefeitura de São José dos Pinhais (79) Eleições 2012 (53) SJP (44) Setim (37) Eleições Municipais 2012 (33) Leonardo Costa (28) Paraná (28) Ivan Rodrigues (25) Prefeito (21) São Jose dos Pinhais (18) Brasil (17) Nossa São José (17) ROCHA LOURES (17) Cultura (16) Noticias (16) Aconteceu (15) CARLA GAPSKI (15) Vereadores (15) politica (14) eleito (13) PSDB (12) VEREADOR (12) Eleitorado (10) oposição (10) Beto Richa (9) Blogueiro (7) Justiça Eleitoral (7) Patrimônio Histórico (7) TSE (7) politicos (7) Curitiba (6) Câmara (6) DEM (6) Francisco Buhrer (6) Professor (6) Redes Sociais (6) Candidato (5) Debate (5) Decreto Legislativo nº. 1177/2011 (5) Enchentes (5) Fotos (5) JPSDB (5) JPSDB-SJP (5) PSD (5) SAÚDE (5) TCE (5) Atlético (4) Blog (4) CPI (4) antigamente (4) capital (4) Administração (3) Compac (3) DEMUTRAN (3) Eleições anulada (3) Leopoldo Meyer (3) PCB (3) PDT (3) PMDB (3) PT (3) Sebastião Côrtes (3) União por São José (3) resultado (3) Anatel (2) Associação Comercial (2) Casarão Massaneiro (2) Censo (2) Crime (2) DEMOCRATAS (2) Delegacia (2) EUA (2) Greve (2) Lei 12.619 (2) Lei do Ficha Limpa (2) Leopoldo Scherner (2) Mensalão (2) PSB (2) PSDC (2) PUC (2) cavaletes (2) etanol (2) CPI da SAUDE (1) Doação (1) Gustavo Fruet (1) JOSÉ AUDUSTO (1) Lei 9.504/97 (1) Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) (1) Lei sobre o n° 3357/12 (1) Lei12.653/12 (1) PCdoB (1) PRP (1) PSC (1) PTB (1) PTdoB (1) Resolução nº. 23.373/2011 (1) opinião (1) respostas (1)