domingo, 17 de abril de 2016

Agora é com o Senado, Câmara Federal aprova impeachment de Dilma.

O pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) obter a quantidade mínima necessária de votos para sua aprovação exatamente as 23:07 (hora de Brasilia) pelo do do Deputado Bruno Araújo (PSDB-PE).As 23:49 o presidente da Câmara dos deputados anunciou o resultado final. 367 votos a favor do Impeachment, 137 votaram contra  com 07 abstenções de 02 ausências.
 A aprovação não afasta Dilma imediatamente! Após a análise do Senado afasta ela em definitivo.
EM 1992, VOTO DECISIVO FOI DE MINAS GERAIS: O voto que decidiu o impeachment de Collor foi dado pelo então deputado federal Paulo Romano, do PFL de Minas Gerais. 

Votação do impeachment de Dilma será votado hoje na Câmara dos Deputados

Hoje será um dia de ânimos acirrado na Câmara 
Hoje a partir das 14 horas, acontece na Câmara Federal sessão de votação do parecer que tem como relator o deputado  Jovair Arantes (PTB - GO), terá 25 minutos de pronunciamento, e os líderes partidários falarão logo em seguida por até 10 minutos cada.
A previsão é que a votação ocorra as 15h, e cada deputado terá apenas 10 segundos para manifestar o seu voto ao microfone aberto, sendo chamados nominalmente em voz alta.
A chamada nominal será iniciada pelos parlamentares de Roraima, seguidos pelos do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Amapá, Pará, Paraná, Mato Grosso do Sul, Amazonas, Rondônia, Goiás, Distrito Federal, Acre, Tocantins, Mato Grosso, São Paulo, Maranhão, Ceará, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Piauí, Rio Grande do Norte, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Bahia, Sergipe e Alagoas. A votação nos Estados obedecerá a ordem alfabética. Na decisão anterior, Eduardo Cunha havia determinado que a votação começaria pelos Estados do Sul para os do Norte.
Se aceito pela Câmara, o processo segue para avaliação do Senado, que deve instalar uma comissão para analisar o impeachment. A expectativa é de que os senadores votem a abertura do processo no início de maio. Se metade da Casa aceitar a denúncia, Dilma é afastada por 180 dias. O vice-presidente, Michel Temer, então, assumiria a presidência no período.

Tags

São José dos Pinhais (153) Prefeitura de São José dos Pinhais (79) Eleições 2012 (53) SJP (44) Setim (37) Eleições Municipais 2012 (33) Leonardo Costa (28) Paraná (28) Ivan Rodrigues (25) Prefeito (21) São Jose dos Pinhais (18) Brasil (17) Nossa São José (17) ROCHA LOURES (17) Cultura (16) Noticias (16) Aconteceu (15) CARLA GAPSKI (15) Vereadores (15) politica (14) eleito (13) PSDB (12) VEREADOR (12) Eleitorado (10) oposição (10) Beto Richa (9) Blogueiro (7) Justiça Eleitoral (7) Patrimônio Histórico (7) TSE (7) politicos (7) Curitiba (6) Câmara (6) DEM (6) Francisco Buhrer (6) Professor (6) Redes Sociais (6) Candidato (5) Debate (5) Decreto Legislativo nº. 1177/2011 (5) Enchentes (5) Fotos (5) JPSDB (5) JPSDB-SJP (5) PSD (5) SAÚDE (5) TCE (5) Atlético (4) Blog (4) CPI (4) antigamente (4) capital (4) Administração (3) Compac (3) DEMUTRAN (3) Eleições anulada (3) Leopoldo Meyer (3) PCB (3) PDT (3) PMDB (3) PT (3) Sebastião Côrtes (3) União por São José (3) resultado (3) Anatel (2) Associação Comercial (2) Casarão Massaneiro (2) Censo (2) Crime (2) DEMOCRATAS (2) Delegacia (2) EUA (2) Greve (2) Lei 12.619 (2) Lei do Ficha Limpa (2) Leopoldo Scherner (2) Mensalão (2) PSB (2) PSDC (2) PUC (2) cavaletes (2) etanol (2) CPI da SAUDE (1) Doação (1) Gustavo Fruet (1) JOSÉ AUDUSTO (1) Lei 9.504/97 (1) Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) (1) Lei sobre o n° 3357/12 (1) Lei12.653/12 (1) PCdoB (1) PRP (1) PSC (1) PTB (1) PTdoB (1) Resolução nº. 23.373/2011 (1) opinião (1) respostas (1)